A construção das paisagens turísticas no velho caminho dos diamantes

Altamiro Sérgio Mol Bessa
2013 Paisagem e Ambiente  
A lt amiro Sér gio Mol Bessa* RESUMO Ao tentar retomar ocupações e traçados do passado, o turismo pode retomar, simultaneamente, (in)capacidades e conflitos presentes desde sempre nos lugares. Esta é a tese proposta neste trabalho. Para demonstrá-la, como objetos de estudo foram tomados dois núcleos históricos situados no antigo Caminho dos Diamantes, uma das três rotas que formavam as Estradas Reais: os distritos de Milho Verde e São Gonçalo. Estas localidades, grandes produtoras de diamantes
more » ... toras de diamantes nos séculos XVII e XVIII, ao final do período da mineração apresentavam paisagens distintas. Mantidas abandonadas por mais de um século, em função do esvaziamento econômico a que foi submetido todo o norte mineiro, estas localidades foram descobertas pelo turismo nas décadas finais do século XX. Os resultados desta pesquisa mostraram que o turismo em Milho Verde retomou o antigo Caminho dos Diamantes como condutor dos novos processos insustentáveis que se estabeleceram sobre a localidade. Em São Gonçalo, o tipo de turismo que se estabeleceu retomou o antigo Caminho como atrativo turístico, recuperando as capacidades que historicamente fizeram da localidade um lugar paisagisticamente qualificado. A construção metodológica desta pesquisa centrou-se na paisagem como principal categoria de percepção e análise dos fenômenos. Palavras-chave: Paisagens turísticas. Construção de paisagens turísticas. História. Turismo. Caminho dos Diamantes. ABSTRACT When retaking occupations and traces of the past, tourism can simultaneously retrieve (in)capacities and conflicts ever-present in the places. In order to demonstrate this thesis, was taken as objects of study two historical centers situated in the old Caminho dos Diamantes (Diamond Path), the districts of Milho Verde and São Gonçalo. The Caminho dos Diamantes is one of three routes that formed the Estrada Real (Royal Road). These localities, great producers of diamonds in the XVIIth and XVIIIth centuries, by the end of the mining period, presented distinct landscapes. These localities, forsaken for over a century as a result of the economic exhaustion forced upon the North of Minas Gerais, were rediscovered by tourism in the last decades of the XXth Century. The results of the research show that tourism in Milho Verde regained the old Diamond Path as a conductor of new unsustainable processes that had been established there. In São
doi:10.11606/issn.2359-5361.v0i32p129-150 fatcat:bflude5ie5bzvkwqmgyr7dmyxa