Alterações Clínicas, Epidemiológicas, Citológicas, Histológicas e Estadiamento de Cães com Neoplasias Mamárias

Cristina Rauen Ribas, Peterson Triches Dornbusch, Marconi Rodrigues De Faria, Antônio Felipe Paulino de Figueiredo Wouk, Silvana Maris Cirio
2012 Archives of Veterinary Science  
As neoplasias de glândulas mamárias são comumente encontradas na rotina da clínica médica de pequenos animais, sendo superadas em número de casos apenas por neoplasias de pele. A epidemiologia das neoplasias mamárias baseia-se principalmente no acometimento de cadelas não castradas ou castradas após vários cios, na faixa etária geriátrica, sem qualquer predisposição racial. Etiologicamente desenvolve-se a partir da produção de estrógeno e progesterona em progressão geométrica a cada ciclo
more » ... a cada ciclo estral apresentado durante a vida da cadela. O objetivo deste estudo foi analisar os aspectos clínicos, epidemiológicos, citológicos, histopatológicos e o estadiamento de 36 cadelas acometidas com neoplasias mamárias. Neste estudo, observou-se que 88,88% das cadelas avaliadas não eram castradas e que a média de idade total foi equivalente a 9,9 anos, sem diferença entre porte e idade, acometendo animais obesos, e com maior acometimento de cadelas sem raça definida, as quais compreendem o maior número de animais atendidos na unidade hospitalar estudada. Foi encontrado um maior número de adenocarcinomas em pacientes com estadiamento de grau IV. Conclui-se que a incidência de neoplasias mamárias, neste estudo, foi equivalente a 51%, de todos os pacientes portadores de neoplasias atendidos no Serviço de Oncologia, com 89% dos animais acometidos acima do peso desejado e estando o adenocarcinoma presente em quase metade das massas tumorais avaliadas.
doi:10.5380/avs.v17i1.24107 fatcat:5sa3mgncufb3vkley3a6rly5cm