"Escola sem Partido": uma análise a partir da Teoria Crítica da Sociedade

Renata Peres Barbosa, Monica Ribeiro Silva
2019 Interfaces da Educação  
Buscamos neste texto problematizar, em nível conceitual, as propostas do movimento "Escola sem Partido" tendo por referencial de análise a Teoria Crítica da Sociedade, conforme Theodor Adorno, Max Horkheimer e Herbert Marcuse. Trazemos inicialmente uma breve caracterização, a partir de pesquisa realizada em sua página na web, buscando apresentar o modus operandi e perscrutar as concepções de formação humana, educação escolar e trabalho docente que o orientam. Em um segundo momento, nos propomos
more » ... mento, nos propomos ao debate crítico acerca de seus pressupostos a partir da mobilização do aparato teórico conceitual da Teoria Crítica da Sociedade, em especial, dos conceitos de razão instrumental, semiformação e linguagem operacional. A análise permite afirmar que, por desconsiderar a constituição de processos reais de dominação, o movimento produz o ofuscamento da compreensão da realidade, e, desse modo, consente com práticas de violência, de intolerância e de preconceito produzindo-se de forma prototípica enquanto semiformação.
doi:10.26514/inter.v10i29.3871 fatcat:znp6lvdkjjhcxdjdrovfprad5a