Teste de tetrazólio em sementes de leucena

Caroline Jácome Costa, Carolina Paula dos Santos
2010 Revista Brasileira de Sementes  
O teste de tetrazólio constitui alternativa promissora para avaliação da viabilidade e vigor de sementes. Além de possibilitar a obtenção de resultados rápidos, gera informações que permitem a identificação das causas de perda da viabilidade das sementes, sendo recomendado para avaliação da viabilidade de sementes que necessitam ser semeadas logo após a colheita e para complementar os resultados do teste de germinação de sementes que apresentam dormência. A eficiência do teste depende do
more » ... e depende do desenvolvimento de metodologia adequada para cada espécie, que recomende condições apropriadas de pré-condicionamento, preparo e coloração das sementes. Objetivou-se, com o trabalho, avaliar métodos destinados ao preparo e coloração de sementes de leucena para o teste de tetrazólio e verificar sua eficiência para avaliar a viabilidade das sementes. Para os experimentos, foram utilizadas sementes da cultivar 'Cunningham' e do híbrido interespecífico (Leucaena leucocephala x L. diversifolia) CPAC 4111. Duas metodologias destinadas ao preparo das sementes para a coloração foram testadas: corte lateral e corte lateral seguido de imersão das sementes em água, a 30 ºC, por uma hora, e posterior remoção do tegumento. Para a coloração, foram avaliadas as concentrações de 0,075%, 0,15% e 1% da solução de tetrazólio e os períodos de duas e quatro horas, a 35 ºC. Os resultados obtidos foram comparados com os resultados dos testes de germinação e emergência de plântulas. O teste de tetrazólio é eficiente para avaliar a viabilidade de sementes de leucena, por meio do corte lateral seguido da remoção do tegumento e imersão em solução de tetrazólio a 0,15%, por duas horas.
doi:10.1590/s0101-31222010000200008 fatcat:hr4jpaskjbaqdhj63pcwvzz6xe