Pentecostalismo nos trens de São Paulo (Pentecostalism in São Paulo´s trains) - DOI: 10.5752/P.2175-5841.2011v9n22p466

Fernanda Lemos
2011 Horizonte  
Resumo Este artigo é uma tentativa de analisar sociologicamente o processo de institucionalização pelo qual vem passando a "Cruzada Evangelística Interdenominacional nos Trens das Boas Novas" (CEI), na prática diária dos cultos pentecostais realizados nos vagões de trem da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos do Estado de São Paulo (CPTM). Nossa hipótese é que o culto no trem vem passando por um processo de burocratização das funções religiosas diárias, o que pode ser observado desde sua
more » ... bservado desde sua origem, em seu desenvolvimento, na sua organização e até em seus mecanismos de resistência. Nosso objetivo principal será demonstrar que o lugar onde os cultos são realizados não impede o processo de institucionalização do movimento, uma vez que as representações religiosas, os costumes e as práticas pentecostais dos sujeitos religiosos garantem a continuidade desse grupo e sua manutenção. Como metodologia utilizou-se, além da pesquisa bibliográfica, a pesquisa de campo, através da aplicação de questionários e realização de entrevistas, considerando seus aspectos quantitativos e qualitativos contemplados pelas Ciências Sociais, pesquisa aprovada pelo Comitê de Ética em Pesquisa (CEP-UMESP) em 30 de novembro de 2006. Palavras-chave: Religião; Modernidade; Pentecostalismo. Abstract This article is an attempt to sociologically analyze the institutionalization process by which has been going through "Cruzada Evangelística Interdenominacional" on "Trens das Boas Novas" (Good News Trains") -CEI, in the daily practice of pentecostal services performed in the train wagons of the "Companhia Paulista de Trens Metropolitanos do Estado de São Paulo" -CPTM. Our suspicion is that the service of the train has been undergoing a process of bureaucratization of daily religious functions, which can be seen from its origin, in its development, in its organization and even in their resistance mechanisms. Our main goal will be to show that the place where the services are performed does not prevent the institutionalization of the movement, since the religious representations, the customs and practices of pentecostal religious subjects ensure the continuity of this groups and its maintenance. As methodology was used, in addition to library research, field research through questionnaires and interviews, taking into account their quantitative and qualitative aspects
doi:10.5752/2306 fatcat:3z7kcbsc5fhz7pvw6v2zmynjla