ASPECTOS DENDROMÉTRICOS E SILVICULTURAIS DE UM POVOAMENTO DE Cunninghamia lanceolata NO SUL DO BRASIL

Mário Dobner Jr., Paulo André Trazzi, Sebastião Do Amaral Machado, Antonio Rioyei Higa
2017 FLORESTA  
A silvicultura de Cunninghamia lanceolata em sua região de origem é amplamente difundida, em função do bom desenvolvimento e da qualidade da madeira para usos industriais diversificados. No Brasil, a espécie é considerada de grande potencial. O presente estudo teve como objetivo levantar aspectos dendrométricos e silviculturais de um povoamento puro de C. lanceolata, com 21 anos de idade e o ajuste de modelos hipsométricos, de volume individual e de afilamento. Confirmou-se o potencial
more » ... potencial silvicultural de C. lanceolata para a região de planalto do Sul do Brasil. A espécie apresenta crescimento inicial lento, demorando cerca de quatro anos para o seu pleno estabelecimento. Entretanto, o incremento médio anual em volume é satisfatório (28,1 m³ ha-1 ano-1), mesmo em condições de elevada competição (65,3 m² ha-1). Mediante os testes realizados, os melhores ajustes foram obtidos para as equações de Trorey, Schumacher-Hall e Hradetzky, para estimar a altura total, volume individual e afilamento, respectivamente.
doi:10.5380/rf.v47i1.43562 fatcat:cr7p6s4jl5delh7gecqw73vqmq