Os inventários de dementes: Os processos de curadoria e a relação da justiça régia com a loucura nas Minas Gerais do século XVIII

Maria Eliza De Campos Souza
2017 Revista de História  
Pretende-se analisar a atuação da Justiça régia em relação a um grupo de súditos que nas Minas viveram a experiência do enlouquecimento e foram declarados incapazes perante a lei. A investigação sobre a atuação dos juízes de órfãos responsáveis pelos autos sumários de demência, pela feitura e condução dos processos de inventários dos dementes e pelo acompanhamento das curadorias permitirá compreender melhor o papel e o alcance dessa Justiça, exercida em nome do rei, no que diz respeito à
more » ... z respeito à regulação e ao ordenamento da vida social local. Trata-se de um estudo dos processos de inventários dos indivíduos declarados dementes na Comarca do Rio das Velhas ao longo do século XVIII. São dezesseis processos encontrados para a vila de Sabará e seu termo que permitem compreender uma faceta muito peculiar da atuação dos juízes de órfãos e também a própria história social da loucura nas áreas periféricas do Império português.
doi:10.11606/issn.2316-9141.rh.2017.121615 fatcat:jrnci3zvhfeylnlqhchyextiha