Gestão Compartilhada de Desenho Urbano em Áreas de Vulnerabilidade Social à Violência

Andréia Coelho Pimentel, José Almir Farias
2020 Periódico Técnico e Científico Cidades Verdes  
RESUMO A violência é fato evidente na paisagem da cidade brasileira contemporânea, embora sua ocorrência não se distribua de maneira homogênea nem aconteça com a mesma intensidade em todos os territórios urbanos. Essa particularidade pode ser verificada através de análises comparativas entre os índices de homicídios em diferentes localidades. Em grande parte, a violência urbana é motivada pelas condições de segregação e de precariedade em que se encontram muitos bairros das cidades, em sua
more » ... idades, em sua maioria periféricos, como um forte indicador da situação de risco e vulnerabilidade social de seus moradores. Diante de um quadro que se agrava crescentemente, este artigo põe em evidência o papel do urbanismo, em especial do desenho urbano, como um dispositivo válido para a prevenção da violência, tendo como pressuposto sua atuação multidisciplinar e intersetorial voltada para a correção das distorções do crescimento urbano. A análise empírica recai sobre a cidade de Sobral, situada na região norte do estado do Ceará, vista como cenário para a concepção de premissas para a gestão compartilhada em projetos de intervenção participativa em espaços públicos que busquem ir além das políticas públicas de segurança centradas na criminalidade e repressão policial. PALAVRAS-CHAVE: Violência urbana. Bairros periféricos. Sobral-CE. ABSTRACT Violence is evident in the contemporary Brazilian city, although its occurrence is not evenly distributed nor occurs with the same intensity in all urban territories. This particularity can be verified through comparative analyzes between homicide rates in different locations. In large part, urban violence is motivated by the conditions of segregation and precariousness in many of the most peripheral neighborhoods of cities, as a strong indicator of the risk situation and social vulnerability of their residents. Faced with an increasingly worsening scenario, this article highlights the role of urbanism, especially urban design, as a valid device for the prevention of urban violence, based on its multidisciplinary and intersectoral action aimed at correcting distortions. of urban growth. The empirical analysis falls on the city of Sobral, located in the northern region of Ceará state, seen as a scenario for the conception of premises for shared management in participatory intervention projects in public spaces that seek to go beyond public security policies focused on crime and police repression. Key-words: urban violence, outlying neighborhoods, Sobral-Brazil. RESUMEN La violencia es evidente en el paisaje de la ciudad brasileña contemporánea, aunque su ocurrencia no se distribuye de manera uniforme ni ocurre con la misma intensidad en todos los territorios urbanos. Esta particularidad se puede verificar a través de análisis comparativos entre las tasas de homicidio en diferentes lugares. En gran parte, la violencia urbana está motivada por las condiciones de segregación y precariedad en muchos de los barrios más periféricos de las ciudades, como un fuerte indicador de la situación de riesgo y la vulnerabilidad social de sus residentes. Frente a un escenario cada vez peor, este artículo destaca el papel del urbanismo, especialmente el diseño urbano, como un dispositivo válido para la prevención de la violencia, basado en sus acciones multidisciplinarias e intersectoriales destinadas a corregir las distorsiones. de crecimiento urbano. El análisis empírico recae en la ciudad de Sobral, ubicada en la región norte del estado de Ceará, vista como un escenario para la concepción de locales de gestión compartida en proyectos de intervención participativa en espacios públicos que buscan ir más allá de las políticas de seguridad pública centradas en crimen y represión policial. Palabras-clave: violencia urbana, barrios periféricos, Sobral-Brasil.
doi:10.17271/2317860481720202311 fatcat:d3etcmyfznf2fkmxkkmxzia2zq