Produção e caracterização de biossurfactantes metabolizados por Pleurotus sajor-caju a partir de óleo de soja

Endi Pricila Alves, Lorena Benathar Ballod Tavares, Regina Maria Miranda Gern, Denise Abatti Kasper Silva, Sandra Aparecida Furlan, Elisabeth Wisbeck
2017 Matéria  
RESUMO Este estudo teve como objetivo avaliar a produção de biossurfactantes pelo fungo basidiomiceto Pleurotus sajor-caju CCB 019. A formação de biossurfactantes foi definida pela diminuição, ou seja, redução da tensão superficial (RT%) do meio de cultivo no tempo inicial e do caldo após o cultivo. Para acompanhar o crescimento micelial e a variação da tensão superficial (ΔT) do caldo de cultivo com o tempo, um biorreator de bancada (4 L) foi usado e as menores tensões superficiais ocorreram
more » ... ficiais ocorreram em seis dias de cultivo (144 h) (43,4 mN/m) no experimento B1 (T = 34 ° C, pH inicial de 3, agitação de 300 min-1, aeração de 0,25 L. min-1 e utilizando óleo de soja comercial) e 192 horas (8 dias) (40,7 mN/m) no ensaio B2 (as mesmas condições de B1, mas usando óleo de soja residual de fritura). O índice de emulsificação para o experimento B1, em 6 dias, foi de 66,6% e para o experimento B2, em 8 dias, foi de 65,8%. Os biosurfactantes extraídos a partir dos experimentos B1 e B2 mostraram 12,0% ± 0,5 e 10,6 ± 0,6% de carboidratos, 7,4± 0,5% e 7,7 ± 1,0% de proteína, respectivamente. Na análise do espectro de FTIR, para ambos os experimentos, podem ser identificadas bandas confirmando a presença de carboidratos e de proteínas, também sugerindo a presença de lipídeos.
doi:10.1590/s1517-707620170003.0201 fatcat:tby425kfora4zitkit7xias2pa