Esquerdas no Panfleto. A crise política de 1964 no jornal da Frente de Mobilização Popular

Jorge Ferreira
2009 Anos 90  
Desde o início do governo do presidente João Goulart, partidos, movimentos e organizações de esquerda se uniram em torno de um programa político conhecido como "reformas de base". No início de 1963, sob a liderança de Leonel Brizola, as esquerdas fundaram a Frente de Mobilização Popular (FMP). O grupo nacional-revolucionário que, dentro do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), seguia a liderança de Leonel Brizola tinha o seu jornal: Panfleto, o jornal do homem da rua. Mas Panfleto também era
more » ... fleto também era porta-voz da FMP. Por meio de um veículo próprio de comunicação, as esquerdas que reconheciam a liderança de Brizola expressavam suas ideias, seus projetos e suas estratégias. O objetivo do artigo é resgatar ideias e projetos políticos das esquerdas unidas na FMP e publicados no Panfleto entre os dias 17 de fevereiro de 1964, data da primeira edição do jornal, e 30 de março do mesmo ano, quando foi publicado o último número – em um total de sete exemplares. Os dois meses foram críticos na crise que desestabilizou o governo Goulart, com o acirramento do processo de radicalização das esquerdas que lutavam pelas reformas e das direitas que resistiam a sua implementação.
doi:10.22456/1983-201x.10244 fatcat:c7osasmc3bdjtpft74ohxqi7xq