DO ROMANCE DE FOLHETIM AO ROMANCE "ROSA": O ROMANCE ITALIANO DE AUTORIA FEMININA ENTRE OS SÉCULOS XIX E XX

Erica Aparecida Salatini Maffia
2020 Estudos Linguísticos e Literários  
<p>O artigo apresenta algumas autoras italianas de romances e novelas publicados no período de 1850 a 1950, escritoras que, apesar da notoriedade e representatividade de sua literatura, foram ignoradas pela crítica e pelo cânone italianos, algumas delas desconhecidas do público brasileiro. Carolina Invernizio (1851-1916) e Matilde Serao (1856-1927) são figuras centrais para a popularização e o desenvolvimento da literatura de consumo italiana, na segunda metade do séc. XIX. Mura (1892-1940) e
more » ... ura (1892-1940) e Liala (1897-1995) são representantes da literatura de massa do começo do século XX até o segundo pós-guerra. Neera (1846-1918) e Alba de Céspedes<strong> </strong>(1911-1997) representam a vertente feminina do romance sentimental psicológico italiano: ambas foram sucesso de público em suas épocas, mas apesar do reconhecimento de uma determinada parcela da crítica italiana, também não fazem parte do cânone italiano.</p>
doi:10.9771/ell.v1i66.35248 fatcat:w5k445yxarbjrpla2xtf4c6ali