Estudo restrospectivo sobre a detecção do carcinoma hepatocelular (CHC) em pacientes com cirrose hepática acompanhados no serviço de Gastroenterologia da UNICAMP

MARINA RAFAELE MAKISHI, JAZON ROMILSON DE SOUZA ALMEIDA
2016 XXIV Congresso de Iniciação Científica da Unicamp   unpublished
Resumo Esse estudo visou detectar o carcinoma hepatocelular (CHC) nos pacientes portadores de cirrose hepática(CH) em nosso serviço, verificar sua incidência e sobrevida, além de correlacionar os níveis de AFP com o tamanho do tumor. Foram selecionados 303 pacientes portadores de cirrose hepática de etiologia por VHC, VHB, álcool e outras causas, acompanhados no período de janeiro de 2002 a janeiro de 2012 no serviço de Gastroenterologia Clínica da UNICAMP. Analisamos os dados de 118 pacientes,
more » ... s de 118 pacientes, encontrando-se o CHC em 14 deles (11,86%) durante o seguimento de cinco anos; verificamos predominio do sexo masculinos nos portadores de CH e de CHC. Além disso, a infecção por VHB foi um fator de risco significativo para o surgimento da lesão (p=0,0493). Não houve correlação dos níveis de AFP com tamanho do tumor (p=0,3743); não foi possível calcular a sobrevida porque o número de pacientes foi insuficiente. A sensibilidade da AFP foi de 78,57%, e especificidade de 83,49%, para o valor limítrofe de AFP de 7,115ng/mL. Concluímos que o rastreamento nos pacientes com CH é importante para a detecção do CHC. A incidência do CHC nos pacientes com CH foi de 11,8% em cinco anos. Palavras-chave: carcinoma hepatocelular, cirrose hepática, alfafetoproteina.
doi:10.19146/pibic-2016-50939 fatcat:wee3rgor6vbrna6gwagy7odily