Câncer de mama: mortalidade crescente na Região Sul do Brasil entre 1980 e 2002

Andrea T. Cadaval Gonçalves, Paulo Fernandes Costa Jobim, Roberta Vanacor, Luciana Neves Nunes, Isabella Martins de Albuquerque, Mary Clarisse Bozzetti
2007 Cadernos de Saúde Pública  
O câncer de mama é apontado como o tipo de câncer mais prevalente no mundo. No Brasil, as taxas de mortalidade por câncer de mama continuam elevadas, observando-se diferenças inter-regionais. Foi realizado um estudo ecológico de série temporal (1980-2002) na Região Sul, com dados anuais do Departamento de Informação e Informática do SUS (DATASUS), para avaliar o comportamento do coeficiente de mortalidade por câncer de mama, padronizado por idade. Utilizou-se regressão linear simples e múltipla
more » ... simples e múltipla para estimar as taxas de mortalidade e as diferenças entre os três Estados. O Rio Grande do Sul parte de um patamar mais elevado e apresenta maior taxa média de mortalidade (14,45), sendo significativamente diferente (p < 0,001) quando comparado com Santa Catarina (8,93) e Paraná (9,95). Observou-se um aumento anual de 0,47 óbito na taxa de mortalidade por câncer de mama, independente do Estado. Conclui-se que há uma tendência similar de aumento da mortalidade por câncer de mama nos três Estados da Região Sul, com índices significativamente maiores no Rio Grande do Sul, enfatizando-se a importância da identificação dos fatores relacionados a esse quadro alarmante e o estabelecimento de medidas efetivas a fim de reverter esses números.
doi:10.1590/s0102-311x2007000800005 pmid:17653396 fatcat:h2ncqes24jbcrn7qmoolwev7ay