"O Lado B da Maternidade": Um Estudo Qualitativo a partir de Blogs

Luisa Ruzzarin Pesce, Rita De Cássia Sobreira Lopes
2020 Estudos e Pesquisas em Psicologia  
O presente estudo teve como objetivo compreender o que foi denominado pelas mães, nas redes sociais, de "Lado B da maternidade". Foi realizado um estudo qualitativo envolvendo falas de mães, ao longo do primeiro ano de vida do bebê, extraídas de 101 blogs, que tinham como tema central o "Lado B da maternidade". As falas das mães nos blogs foram analisadas por meio de análise temática e expressaram sentimentos de desamparo, solidão e ambivalência, característicos do período de dependência. Há um
more » ... dependência. Há um confronto das expectativas sociais idealizadas em relação à maternidade com a experiência materna cotidiana com o bebê, que acaba gerando na mãe, também, sentimentos de culpa por não estar correspondendo ao ideal social. As mães relataram dificuldades em lidar com as exigências que perpassam sua vida pessoal, social e conjugal. Os resultados sugerem que nos espaços de blogs com referências explicitas ao "Lado B" da maternidade as mulheres falam sobre aquilo que, normalmente, permanece oculto e negado no discurso social, rompendo, assim, com a visão idealizada da maternidade. Poder falar livremente sobre aspectos da experiência da maternidade usualmente cindidos e negados – o lado B da maternidade –, oportuniza, para além do alívio, diminuição de angústia e de culpa.
doi:10.12957/epp.2020.50825 fatcat:xktss55nufce3nlpsshkx6ffbe