Comparação da ocorrência de sinais e sintomas de alteração vocal e de desconforto no trato vocal em professores de diferentes níveis de ensino

Fernanda Muniz Haddad Limoeiro, Ana Elisa Moreira Ferreira, Fabiana Zambon, Mara Behlau
2019 CoDAS  
RESUMO Objetivo Analisar e comparar a ocorrência de sinais e sintomas de voz e de desconforto no trato vocal em docentes de diferentes níveis de ensino. Método Participaram da pesquisa 112 docentes, de ambos os gêneros, de diferentes níveis de ensino, sendo: 38 do Ensino Infantil, 28 do Ensino Fundamental I, 18 do Ensino Fundamental II e 28 do Ensino Médio. Os participantes autoavaliaram suas vozes e responderam um questionário de caracterização pessoal e do trabalho, a Lista de Sinais e
more » ... de Sinais e Sintomas Vocais, a Escala do Desconforto do Trato Vocal (somente frequência da sensação). Os dados obtidos foram analisados estatisticamente em função dos níveis de ensino utilizando-se o Teste Krukal-Wallis e o Teste Qui-quadrado de Pearson (p<0,05). Resultados No ensino médio, a mediana de idade e a frequência de docentes do gênero masculino foi significativamente maior que nos demais níveis de ensino. Não houve diferença na autoavaliação vocal, na ocorrência de sinais e sintomas vocais e na frequência de desconforto no trato vocal, em função do nível de ensino dos docentes. Conclusão Conclui-se que não houve diferença na ocorrência de sinais e sintomas de voz e de desconforto no trato vocal em docentes de diferentes níveis de ensino.
doi:10.1590/2317-1782/20182018115 fatcat:ihvcwoskbjh3zo4bo4ymm2b2vy