O drama Epeu, de Eurípides

Wilson Alves Ribeiro Junior
2018 Rónai – Revista de Estudos Clássicos e Tradutórios  
O objetivo deste artigo é, primeiro, avaliar os elementos do mito de Epeu que Eurípides pode ter utilizado para o enredo do drama homônimo; segundo, traduzir e comentar brevemente a única possível fonte desse misterioso drama, perdido possivelmente antes de ser preservado na Biblioteca de Alexandria; e, finalmente, discutir a possibilidade de se tratar de um dos poucos dramas satíricos criados por Eurípides durante a segunda metade do século V a.C.
doi:10.34019/2318-3446.2018.v6.23245 fatcat:ewguz7yzf5c2ppzgsqyhhjy4ui