Roots of 'BRS Princesa' banana fertigated with humic substances and saponin-based plant extracts

Eugênio Ferreira Coelho, Diego Magalhães de Melo, Bruno Laecio Da Silva Pereira, Djalma Barbosa dos Santos, Raul Castro Carriello Rosa
2016 Acta Scientiarum: Agronomy  
This study aimed to evaluate the effects of fertigation with humic substances, with and without the addition of plant extracts, on the root system of the 'BRS Princesa' banana cultivar. The banana crop was cultivated at a spacing of 2.0 x 2.5 m and fertigated using a drip system in a dystrocohesive Yellow Latosol. The experimental design was randomized blocks, in a split-split-plot scheme with five replicates, for the following factors: humic substance doses and presence of a plant extract
more » ... plant extract formulation. The treatments consisted of five doses of humic substances, based on a reference dose of 14.14 L ha -1 cycle -1 , in the presence and absence of plant extract. The variable root length (cm) was subjected to variance analyses to evaluate the effect of the humic substances, either isolated or in interaction with plant extract and soil depth. The use of the plant extract increased the effect of the humic substance on root length but overshadowed its effect for the different doses of humic substance. Root length was not sensitive to increasing humic substance dose with plant extract for doses of up to 42.42 L ha -1 at 0 -0.40 m depth. Keywords: Musa spp., root length, humic acid, fulvic acid. Raízes da bananeira 'BRS Princesa' fertirrigada com substâncias húmicas e extratos vegetais a base de saponinas RESUMO. O trabalho teve como objetivo avaliar efeitos de substância húmica aplicada com e sem adição de extrato vegetal via fertirrigação no sistema radicular da bananeira cultivar 'BRS Princesa'. A bananeira foi cultivada no espaçamento 2,0 x 2,5 m, fertirrigada por gotejamento em Latossolo Amarelo Distrocoeso. O delineamento experimental foi em blocos casualizados em esquema de parcelas subsubdivididas com cinco repetições, sendo os fatores: doses de substancia húmica, presença de uma formulação de extrato vegetal. Usou-se cinco doses de uma formulação de substâncias húmicas, baseadas na dose de referência correspondente a 14,14 L ha -1 ciclo -1 de substancias húmicas, na presença e ausência de extrato vegetal. A variável comprimento de raízes (cm) foi submetida a análises de variância para avaliação do efeito isolado da dose de substancia húmica ou em interação com uma formulação de extrato vegetal e com a profundidade do solo. O uso do extrato vegetal potencializou o efeito da substancia húmica no comprimento das raízes, entretanto ofuscou seu efeito para as diferentes doses de substancia húmica. Na profundidade 0 -0,40 m o comprimento de raízes não foi sensível ao aumento da dose da substancia húmica com extrato vegetal até 42,42 L ha -1 . Palavras-chave: Musa spp., comprimento de raiz, ácido húmico, ácido fúlvico. 522 Coelho et al.
doi:10.4025/actasciagron.v38i4.30790 fatcat:ifgix6mwyvaprcdlin7grhue3q