Punção biópsia aspirativa de tireóide em região endêmica de bócio colóide

Marcus A. Lima, Adriano F. Yamada, Fábio C. Navarro, Elisabete M. Resende, Beatriz P. Ferreira, Maria F. Borges
2002 Arquivos brasileiros de endocrinologia e metabologia  
Propusemo-nos verificar a freqüência de tireoidopatias em região endêmica de bócio colóide através de punção biópsia aspirativa com agulha fina (PBAAF). Foram avaliados os diagnósticos obtidos por este método em 1265 pacientes portadores de tireoidopatias difusas ou nodulares tratados na cidade de Uberaba, Minas Gerais, no período de 1989 a 2000, correlacionando-os com o sexo e a idade. As tireoidopatias mais freqüentemente encontradas foram bócio colóide (54,38%), tireoidite crônica de
more » ... crônica de Hashimoto (22,70%) e tumor folicular (8,61%), predominantemente no sexo feminino (92%) e na faixa etária entre 30 e 60 anos (64,12%). Em conclusão, além do predomínio de bócio colóide, a tireoidite crônica de Hashimoto apresentou incidência maior que aquelas relatadas em outras regiões endêmicas e não endêmicas de bócio e houve elevada freqüência de tumores foliculares, cerca de treze vezes mais freqüentes que o carcinoma papilífero.
doi:10.1590/s0004-27302002000300010 fatcat:6dhiih6qyvgrhoc3k2fxd46zcm