Redes sociais e o vínculo com a organização: como a estrutura das relações explica o comprometimento, o entrincheiramento e o consentimento

Magno Oliveira Macambira, Antônio Virgílio Bittencourt Bastos, Luciano Rossoni
2015 Revista Psicologia  
Redes sociais e o vínculo com a organização: como a estrutura das relações explica o comprometimento, o entrincheiramento e o consentimento. Social networks and links with the organization: how the structure of relations explains the commitment, entrenchment and consent. Las redes sociales y el vínculo con la organización: Cómo la estructura de las relaciones explica el compromiso, el atrincheramiento y el consentimiento. » Magno Oliveira MACAMBIRA 1 (Universidade Federal da Bahia) » Antônio
more » ... Bahia) » Antônio Virgílio Bittencourt BASTOS² (Universidade Federal da Bahia) » Luciano ROSSONI³ (Universidade do Grande Rio) A partir da perspectiva da análise de redes sociais no contexto organizacional, buscou-se evidências de como a estrutura das relações sociais influencia os vínculos dos trabalhadores com suas organizações, mais especificamente, o comprometimento organizacional, o entrincheiramento organizacional e o consentimento organizacional. Para responder a essa questão, foram coletados dados referentes a seis grupos de trabalhadores de diferentes empresas em um delineamento transversal e prioritariamente quantitativo, totalizando 172 participantes, aos quais foi aplicado um questionário contendo a medida da rede social de confiança e as escalas para medir os três vínculos com a organização, previamente validadas. Foram utilizadas regressões múltiplas (método stepwise) identificando-se cada um dos preditores relacionais, analisados em três níveis de imersão: posicional, relacional e estrutural. Cada um dos vínculos apresenta, entre seus antecedentes, variáveis relacionais que auxiliam na explicação da intensidade dos construtos analisados e que os diferenciam em termos de preditores. Indicadores de coesão grupal afetam mais fortemente o entrincheiramento e, sobretudo, o consentimento organizacional. Novos estudos podem ampliar a contribuição de como a imersão social no contexto organizacional pode afetar a natureza e a intensidade dos vínculos do trabalhador com a organização. Palavras-chave: Análise de redes sociais; comprometimento organizacional; entrincheiramento organizacional; consentimento organizacional; vínculos com a organização. From the perspective of analyzing social networks in the organizational context, we sought evidence about how the structure of social relations influences the links workers have with their organizations, more specifically, organizational commitment, organizational entrenchment, and organizational consent. To answer the question, we collected data from six groups of workers from different companies in a cross-sectional and primarily quantitative design, totaling 172 participants, who answered a questionnaire containing the measure of the social network of trust and the scales to measure the three links with the organization, previously validated. Multiple regressions (stepwise method) were used, identifying each of the relational predictors assessed at three different levels of social embeddedness: positional, relational, and structural. Each of the links has, among its antecedents, relational variables that help explain the intensity of the constructs analyzed and that differentiate them in terms of predictors. Group cohesion indicators more strongly affect entrenchment and, above all, organizational consent. New studies can broaden the contribution regarding how social embeddedness can affect the nature and intensity of workers' ties to the organization.
doi:10.17652/rpot/2015.2.495 fatcat:ly2yhcfgjzhkjd6274qxplphze