Considerações sobre a CASP-19 no Brasil

Fabia Lima, Kátia Patribu, Jerson Laks, Marilia Siqueira Campos
2019 Cadernos de Saúde Pública  
Cad. Saúde Pública 2019; 35(6):e00070619 Prezadas Editoras, O estudo de validação da CASP-19 de Neri et al. 1 , publicado em Cadernos de Saúde Pública, é de grande valor, pois analisou uma amostra numericamente significativa de 368 idosos residentes em três regiões do Brasil (Sudeste, Sul e Nordeste). No entanto, algumas considerações merecem ser discutidas: (1) O nosso grupo realizou a primeira validação da CASP-19 no Brasil, tendo sido cumpridas todas as etapas para uma boa validação 2 . Essa
more » ... validação 2 . Essa validação está disponível no site da CASP-19 como a versão oficial para uso no português do Brasil (https://casp19.com). Em relação às etapas de validação, foram traduzidas por tradutores nativos do país de origem da escala e brasileiros bilíngues, tendo sido utilizado o protocolo de Beaton et al. 3 . Foi aplicada a uma amostra de 87 idosos (μ = 75,6±0,7 anos) residentes na cidade do Recife, Pernambuco, Brasil, com idade igual ou superior a 65 anos e pertencentes às classes sociais alta, média e baixa renda 2 . Houve autorização do autor principal da escala (Martin Hyde) e acompanhamento nas etapas da validação. A análise estatística foi definida e realizada pelo autor principal da escala e um estatístico de seu grupo (Holendro Singh Chungkham). (2) Após as análises das propriedades psicométricas, a CASP-19 foi reduzida a uma versão menor para ser utilizada no Brasil, a CASP-16, sem perdas quando comparada à versão da CASP-19 2 . Na nossa validação, o domínio Prazer apresentou o menor coeficiente alfa, o que significa que pode ser o domínio que menos contribuiu para a escala, possivelmente, por esta razão. Foram discutidas várias razões possíveis para esses resultados, sobretudo em termos culturais, cujo prazer pode ter sido interpretado pelos idosos brasileiros como um dos significados de satisfação. Essa discussão está no artigo original. (3) Há uma tendência internacional para que as escalas sejam reduzidas, como uma alternativa de mais rápida aplicação ao instrumento, como exemplo, a escala padrão ouro de qualidade de vida SF-36, que já existe a versão com 12 itens, inclusive validada em português do Brasil 4 . Nessa mesma linha, a CASP-19 já apresenta a sua versão com 12 itens, já realizada na população espanhola e na etíope sem perda das propriedades psicométricas 5,6 , cuja validação será realizada em português pelo nosso grupo. CARTA LETTER Este é um artigo publicado em acesso aberto (Open Access) sob a licença Creative Commons Attribution, que permite uso, distribuição e reprodução em qualquer meio, sem restrições, desde que o trabalho original seja corretamente citado.
doi:10.1590/0102-311x00070619 pmid:31291420 fatcat:34uduyzrnfgxhaq3e3rgwouyca