O FIM DA FILOSOFIA NA MODERNIDADE COM O SURGIMENTO DA HERMENÊUTICA HEIDEGGERIANA The end of philosophy in modernity with the rise of heideggerian hermeneutics

Wellington Lima, Amorim Ufma, José Carvalho, Silva Ufma
unpublished
Resumo: Para Heidegger a filosofia até então fora metafísica e enquanto tal chega a seu acabamento na era tecnológica, ou seja, a modernidade atinge seu auge com a inauguração da autonomia das ciências particulares pela linguagem cibernética. O filósofo chama a atenção para um pensamento capaz de pensar além da metafisica e da essência da técnica (gestell) que tem dominado a compreensão do habitar humano no mundo. Redescobrir um pensar que não seja nem metafísico nem técnico é o que Heidegger
more » ... é o que Heidegger chama de a tarefa do pensamento. Vejamos que tanto a metafísica quanto a técnica estão acentuadas em um mesmo fundamento, consequentemente em uma mesma noção de verdade, a verdade enquanto concordância, enunciativa e enquanto ente. Nesta concepção de verdade também a filosofia habita enquanto metafísica, por isso na tarefa do pensamento a filosofia deve superar-se e buscar uma nova compreensão para o que é verdadeiro, deve ir às origens do pensamento grego e resgatar o significado de alétheia, desvelamento. Pensar é desvelar o que está velado. A tarefa do pensamento passa a ser encaminhada à hermenêutica, não por mera arbitrariedade, mas sim pela própria necessidade de se pensar originariamente. Só a hermenêutica pode ainda pensar o que é digno de ser pensado, o que ainda não foi alcançado pelo pensamento metafísico e pelo enquadramento técnico que move a habitação do homem no mundo, pois é a abertura que possibilita todo apresentar-se, essa abertura é a clareira do Ser. Palavras-chave: Filosofia. Metafísica. Técnica. Hermenêutica. Modernidade. Abstract: For Heidegger philosophy had been hitherto metaphysics and it reaches its finishing process in the technological era, i.e., modernity reaches its peak with the unveiling of the autonomy of the special sciences through cyber language. The philosopher draws attention to a thought able of thinking beyond metaphysics and the essence of the technique (Gestell) that has dominated the understanding of human dwelling in the world. Rediscover a thinking that is neither metaphysical nor technique is what Heidegger calls the task of thought. Considering that both metaphysics and technique are pronounced in the same basis, thus in the same notion of truth, the truth as agreement, expository and as beings. In this conception of truth philosophy inhabits as metaphysical as well as. For this reason, in the task of thought, philosophy should surpass itself and seek a new understanding for what is true, it shall go to
fatcat:wjbk2p4j2nggne3u2apyfqellm