Trauma, uma falha no cuidar?: diálogo entre Ferenczi e Winnicott

Maria Manuela Assunção Moreno, Nelson Ernesto Coelho Junior
2012 Psicologia USP  
Este artigo propõe um diálogo entre as teorizações psicanalíticas de Sandor Ferenczi e Donald Winnicott a respeito do papel do objeto no psiquismo, tanto em sua dimensão traumática como constitutiva. Serão discutidas as contribuições convergentes dos autores à concepção psicanalítica de trauma e suas vicissitudes no psiquismo. Seguindo uma tradição de valorização do meio ambiente, o trauma passa a ser pensado como falha na relação entre o sujeito e outro.
doi:10.1590/s0103-65642012000400005 fatcat:n5goxhmrqnblbp7tzknhyb36di