A auto-percepção da saúde auditiva e vestibular de trabalhadores expostos a organofosforados

Ana Cristina Hiromi Hoshino, Heloisa Pacheco-Ferreira, Carlos Kazuo Taguchi, Shiro Tomita, Maria de Fátima Miranda
2009 Revista CEFAC  
OBJETIVO: caracterizar os sintomas auditivos e vestibulares de trabalhadores rurais expostos aos agrotóxicos organofosforados. MÉTODOS: foi realizado um estudo epidemiológico descritivo com uma amostra de 50 trabalhadores rurais. A faixa etária variou de 21 a 59 anos, média de 38,3 anos, sendo 20 (40%) trabalhadores de sexo masculino e 30 (60%) de sexo feminino. Foi utilizado um questionário com perguntas relacionadas à saúde auditiva e dados sobre tempo de exposição ao agrotóxico. RESULTADOS:
more » ... óxico. RESULTADOS: os resultados mostraram que 38 trabalhadores (76%) referiram ter apresentado pelo menos um episódio de tontura em sua vida e destes, 29 (58%) trabalhadores ainda sentem tontura; 27 (54%) sentem zumbidos; 23 (46%) sentem a orelha abafada; 37 (74%) acham que possuem boa acuidade auditiva, porém 35 (70%) acham que, sentem dificuldades na compreensão de palavras, sugerindo que os agrotóxicos podem induzir alterações do sistema auditivo e vestibular por meio de uma intoxicação lenta e silenciosa. CONCLUSÃO: a tontura e a perda auditiva aparecem como sintomas subjetivos e constantes da exposição ocupacional podendo ser um sinal precoce da intoxicação, prejudicando a qualidade de vida destes trabalhadores.
doi:10.1590/s1516-18462009000800017 fatcat:tbncaeiyzndsdp5c5djjwa2fay