Alterações Bioquímicas Produzidas pela Suplementação com L-Arginina em Ratos Induzidos à Obesidade e Submetidos a Treinamento Físico/Biochemical Changes Produced by Supplementation with L-Arginine in Induced Obesity Mice and Subjected to Physical Training

Alexandre Veraldi Rossettini, Alini Nadielli Luz, Nilo Cesar do Vale Baracho
2012 Revista Ciências em Saúde  
Objetivo: analisar as alterações bioquímicas produzidas pela suplementação com L-Arginina (L-arg) em ratos induzidos à obesidade e submetidos a treinamento físico. Materiais e Métodos: foram utilizados 35 ratos Wistar adultos machos induzidos à obesidade e divididos em 03 grupos: Controle: água destilada, L-arginina T1: 100mg/kg, L-arginina T2: 500mg/Kg, testados individualmente, submetidos à natação forçada. Após 60 dias, foram eutanasiados e amostras de tecidos foram coletadas para análise
more » ... das para análise bioquímica. Resultados: não se encontrou alterações bioquímicas para ureia, creatinina, colesterol total, HDLc e proteínas totais, mas houve alterações significativas (p < 0,05) em todas as comparações no teste t de Student e ANOVA para triglicérides, albumina e glicemia. Conclusão: a L-arg não é nefrotóxica, nem hepatotóxica, mas causou hiperglicemia e hipertrigliceridemia em ratos. No entanto, as dosagens foram realizadas num momento fixo do experimento, quando o GH (hormônio do crescimento) poderia estar agindo, interferindo nos resultados, uma vez que os processos metabólicos e fisiológicos são dinâmicos. Além disso, a L-arg pode ser benéfica na cicatrização de feridas de pele e músculo, uma vez que aumenta a albumina circulante.
doi:10.21876/rcsfmit.v2i3.113 fatcat:vcjiy3ovg5cs7evbfxukdyiqeu