Crescimento de leguminosas arbóreas em respostas a inoculação com fungos micorrízicos arbusculares

Marcos Vinicius Winckler Caldeira, Eliane Maria Ribeiro da Silva, Avílio A. Franco, Magda Lea Bolzan Zanon
1997 Ciência Florestal  
O presente estudo teve como objetivo avaliar o desenvolvimento de mudas inoculadas ou não com fungos micorrízicos. O delineamento experimental utilizado foi inteiramente casualizado com 4 tratamentos e 25 repetições. Os tratamentos foram: Glomus clarum (Nicolson & Schenk), Gigaspora margarita (Becker Hall), Fungos Nativos e Testemunha (sem inoculação). Não houve diferença estatística para altura, diâmetro e fitomassa aérea e subterrânea de raízes grossas em mudas de Copaifera martii. As maiores
more » ... martii. As maiores percentagens de comprimento de raízes finas colonizadas e taxa de sobrevivência foram obtidas com mudas inoculadas com G. margarita e G. clarum. No que se refere as mudas de Dimorphandra macrostachya não houve diferença estatística para os parâmetros estudados (altura, diâmetro, fitomassa aérea e subterrânea de raízes grossas e finas. A inoculação com G. margarita favoreceu a percentagem de colonização micorrrízica de raízes finas e a taxa de sobrevivência em mudas de Dimorphandra macrostachya.
doi:10.5902/19805098334 fatcat:fykhrrrtpnb4xlxgtjwk5n4vue