Diagnosticos de enfermagem em pacientes classificados nos niveis I e II de prioridade do Protocolo Manchester

Cristiane Chaves de Souza, Luciana Regina Ferreira da Mata, Emilia Campos de Carvalho, Tania Couto Machado Chianca
2013 Revista da Escola de Enfermagem da USP  
O estudo objetivou identificar possíveis diagnósticos de enfermagem em pacientes classificados nos níveis I e II de prioridade do protocolo Manchester. Trata-se de estudo descritivo retrospectivo, cuja amostra foi de 40 prontuários de pacientes classificados nos níveis I e II de prioridade. Para identificação dos diagnósticos de enfermagem dois especialistas analisaram sinais e sintomas registrados nos prontuários dos pacientes no momento da classificação de risco. No nível I de prioridade, os
more » ... de prioridade, os diagnósticos de enfermagem mais frequentes foram: dor aguda (65,0%), padrão respiratório ineficaz (45,0%) e troca de gases prejudicada (40,0%). No nível II de prioridade foram: dor aguda (80,0%), náusea (10,0%) e risco de desequilíbrio eletrolítico (10,0%). Percebeu-se que a utilização do protocolo de Manchester favorece a identificação de características definidoras e fatores relacionados/fatores de risco que subsidiam a elaboração de diagnósticos de enfermagem na classificação de risco.
doi:10.1590/s0080-623420130000600010 pmid:24626357 fatcat:cf7bi3sut5dlzklefg7aqr76hu