Tácito-explícito-tácito: um quase experimento sobre conversão de conhecimento

Janaynna Ferraz, Jefferson Sales, Matheus Almeida
2014 Revista Brasileira de Administração Científica  
Partindo da teoria da criação do conhecimento, que em parte entende que há um continuum entre os conhecimentos tácito e explícito, o estudo busca compreender se a forma de conversão do conhecimento afeta a qualidade da sua própria criação, uma vez que acredita-se que a externalização tem sido negligenciada, prejudicando, desse modo, a completude da criação do conhecimento empresarial. Para testar tal pressuposto, foi realizado um quase-experimento composto por duas fases que utilizaram três das
more » ... utilizaram três das quatro formas possíveis de conversão do conhecimento, conforme a teoria, a saber: externalização; internalização e socialização. Os participantes foram os colaboradores de uma agência de publicidade e propaganda que foram divididos em dois grupos e submetidos a um teste que buscou verificar a transmissão de novos saberes. Assim, ao primeiro grupo foi dada a ênfase no conhecimento tácito e ao segundo focalizou-se o conhecimento explícito. Houve por parte dos gestores da pesquisa o cuidado de realizar medições das variáveis Qualidade dos conteúdos retransmitidos e Tempo. Para isso, foram atribuídos conceitos, entre zero e cinco, que foram comparados numa análise posterior. Dentre as conclusões, verificou-se que o conhecimento tácito e explicito geram conhecimentos de qualidade semelhantes, embora o conteúdo seja diferente. Dentre outros fatos, notou-se que o repertório de conhecimentos e experiências acumulados dos indivíduos participantes aumenta consideravelmente as possibilidades de resolução de problemas apresentados.
doi:10.6008/spc2179-684x.2014.002.0008 fatcat:eeewghv5pfbo3fdly2uox2n534