Análise da organização competitiva de crianças e jovens: adaptações estruturais e funcionais

Michel Milistetd, Juarez Vieira do Nascimento, Jorge Silveira, Denise Fusverki
2014 Revista Brasileira de Ciências do Esporte  
Rev Bras Ciênc Esporte. 2014;36(3):671-678 www.rbceonline.org.br Revista Brasileira de CIÊNCIAS DO ESPORTE 2179-3255/ © 2014, Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte. Publicado por Elsevier Editora Ltda. Todos os direitos reservados. http://dx.Recebido em 23 de abril 2012; aceito em 2 de setembro de 2012 PALAVRAS-CHAVE Competição, Federações esportivas; Crianças; Jovens Resumo O objetivo da presente pesquisa foi analisar a organização de competições em federações esportivas de diferentes
more » ... de diferentes modalidades. A partir da análise de documentos ofi ciais, foram avaliadas 14 federações esportivas e suas respectivas idades de início da participação competitiva, a divisão de categorias, alterações estruturais e alterações funcionais. Os resultados encontrados apontam que o início das competições ofi ciais em todas as modalidades esportivas, com exceção do atletismo e da natação, ocorre antes dos 10 anos de idade. Com relação às modifi cações estruturais, a federação de futebol é a que menos propõe mudanças, alterando apenas o seu tempo de jogo. As federações de basquetebol, handebol e ginástica estabelecem o maior número de mudanças estruturais, respeitando as particularidades do público infantojuvenil. Quanto às modifi cações funcionais, a federação de voleibol apresenta o maior número de alterações, que se referem à execução de fundamentos (saque, bloqueio), ações de jogo (levantamento, número de atacantes) e limitações táticas nas primeiras categorias. As alterações apresentadas pelas federações paranaenses revelam clara preocupação com adaptações para o melhor aproveitamento da prática esportiva pelos jogadores, respeitando pressupostos pedagógicos da formação esportiva a longo prazo. No entanto, o início do envolvimento competitivo parece ocorrer antes das idades recomendadas pela literatura especializada, favorecendo o surgimento de um quadro de especialização esportiva precoce destes jovens atletas. Abstract The aim of this study was to analyze the organizational structure of competitions in different sports' federations. From the analysis of offi cial documents, 14 sports federations were assessed, as well as their respective ages of competitive participation onset, the division of categories, and structural and functional changes. The results show that offi cial competitions in all sports, except track and fi eld and swimming start occurring before athletes reach the age of 10 years. In regard to structural changes, the soccer federation is the one that proposes the least modifi cations, as it only alters the playing time. The basketball, handball, and gymnastics federations provide the largest number of structural changes, respecting the particularities of children and youth. As for the functional changes, the volleyball federation, among those investigated, shows the largest number of modifi cations, which refer to the execution of the basics * Autor para correspondência.
doi:10.1590/2179-325520143630012 fatcat:sesaiiatpvevnkdgo3xzj2imvu