Avaliação da citotoxicidade e atividade leishmanicida e tripanocida de extratos de Passiflora cincinnata Mast L

Marta Regina Kerntopf, Gyllyandeson De Araújo Delmondes, Francisco Rodolpho Sobreira Dantas Nóbrega de Figuêiredo, Larissa Rolim de Oliveira, Álefe Brito Monteiro, Valterlúcio Dos Santos Sales, Cristina Kelly de Sousa Rodrigues, Emmily Petícia do Nascimento, Maria Celeste Vega Gomez, Cathia Coronel, José Galberto Martins da Costa, Henrique Douglas Melo Coutinho (+2 others)
2014 Cadernos de Cultura e Ciência  
Resumo A doença de Chagas e a leishmaniose são doenças que prevalecem em países pobres. Os fármacos disponíveis para o tratamento dessas doenças são altamente tóxicos, sendo este um dos motivos que dificulta à adesão terapêutica e, assim, levando à busca por novas drogas eficazes e seguras para seus tratamentos. A pesquisa utilizando produtos naturais tem se mostrado uma alternativa na procura de novos compostos com potencial clínico-terapêutico. O gênero Passiflora possui as seguintes
more » ... seguintes atividades farmacológicas centrais como calmantes, sedativas, ansiolíticas e indutor do sono e atividades antiparasitarias. A Passiflora cincinnata possui ampla distribuição pelo Brasil sendo popularmente utilizada para distúrbios de sono. Neste estudo avaliamos sua atividade antiparasitária contra Leishmania brasiliensis, Leishmania infantum e Trypanosoma cruzi, bem como sua citotoxicidade em fibroblastos. Foram testados extratos hidroalcoólicos obtidos das folhas, casca, sementes e caule em diferentes concentrações. Os extratos das folhas, casca e sementes não foram eficazes contra L. brasiliensis e T. cruzi, porém, o extrato do caule promoveu uma inibição de 29,12 % contra T. cruzi numa concentração de 500 µg/mL, entretanto o extrato da casca de P. cincinnata foi o que apresentou a melhor atividade contra as formas parasitárias de L. infantum, causando um percentual de morte >20 % nas concentrações de 250 a 1000 µg/mL. Referente à toxicidade, o extrato das folhas foi o que apresentou maior citotoxicidade, quando comparado com os demais, causando a mortalidade de 68,63 % dos fibroblastos numa concentração de 1000 µg/mL. A baixa citotoxicidade revelada abre espaço para novos estudos biológicos. Abstract Chagas disease and leishmaniasis are diseases prevalent in poor countries. The drugs available for the treatment of these diseases are highly toxic, being this one of the reasons that hinders the therapeutic adherence and so, taking to the search for new drugs efficient and insurance for their treatments. The research using natural products has been shown to be an alternative in the search for new compounds with potential clinical-therapeutic. The genus Passiflora has the following central pharmacological activities as tranquilizers, sedative, anxiolytic and inducer of sleep and antiparasitarias activities. The Passiflora cincinnata has wide distribution by Brazil being popularly used for sleep disorders. In this study we evaluate its activity antiparasitic against Leishmania brasiliensis, Leishmania infantum and Trypanosoma cruzi, as well as its cytotoxicity in fibroblasts. Were tested the hydroalcoholic extracts obtained from leaves, bark, seeds and stems at different concentrations. The extracts from the leaves, bark and ____________________
doi:10.14295/cad.cult.cienc.v13i1.809 fatcat:vogqk3ddvvbhpimdhli33ohdji