O centenário da instrução pública no Rio Grande do Norte na perspectiva de Nestor Lima: uma análise da obra Um século de ensino primário

Laís Paula de Medeiros Campos Azevedo, Olívia Morais de Medeiros Neta
2018 Research, Society and Development  
A relação entre a história e a escrita nos permite refletir sobre o discurso e a prática do fazer história. Nestes termos, este artigo objetiva realizar a análise historiográfica da obra "Um século de ensino primário" de Nestor dos Santos Lima, publicada em 1927, por ocasião do centenário da lei de 15 de outubro de 1827 que deliberava sobre a criação das escolas de Primeiras Letras no Brasil. O livro de Nestor Lima é analisado a partir das deliberações de Certeau (2002) acerca da operação
more » ... a da operação historiográfica e compreendido como um documento-monumento, resultado de um esforço voluntário ou involuntário para impor ao futuro uma determinada imagem (LE GOFF, 1990). Atentamos ao lugar social do autor, sua prática e escrita histórica. Na escrita da história do ensino primário, o autor faz uso de dados estatísticos sobre a progressão da escola primária no período, dados sobre matrículas e frequências, passando por informações detalhadas sobre a criação de escolas e as respectivas localizações, além de listas completas com nomes de professores e as escolas onde atuavam nas diversas povoações da antiga província. Escreve a partir de fontes compiladas e coligidas no Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Norte e do Arquivo da Secretaria Geral do Estado. Pela análise, destacamos que o autor, ao construir seu livro como um modo de divulgar as diversas providências da Lei e suas consequências, diretas e indiretas através do século transcorrido, produziu relevante fonte para a escrita da História da Educação do Rio Grande do Norte.
doi:10.17648/rsd-v7i10.392 fatcat:7e5xnqwp6vdbzmkydergw3o3oe