Hidrolisados proteicos em dietas para larvas de peixes

Vanessa LEWANDOWSKI, Cesar SARY, Jean Marcel SCHULLER, Fabiana DIETERICH, Aldi FEIDEN, Altevir SIGNOR, Wilson Rogério BOSCOLO
2014 Revista Acadêmica  
Resumo O objetivo do presente trabalho foi avaliar o efeito de diferentes hidrolisados proteicos na larvicultura de jundiá (Rhamdia voulezi) e mandi (Pimelodus britskii) sobre o desempenho zootécnico. Foram utilizadas 600 larvas, sendo 300 de jundiá e 300 de mandi, que foram distribuídas em 40 aquários, em um delineamento inteiramente casualizado. Foram formuladas cinco dietas experimentais: dieta basal, dieta basal contendo hidrolisado de fígado suíno com alcalase, dieta basal contendo
more » ... al contendo hidrolisado de fígado suíno com papaína, dieta basal contendo hidrolisado de tilápia com alcalase e dieta basal contendo hidrolisado de tilápia com papaína. O arraçoamento foi realizado quatro vezes ao dia. Para o processamento dos hidrolisados, as matérias-primas foram trituradas, misturadas e tiveram enzimas adicionadas (alcalase ou papaína). Ao término da hidrólise as enzimas foram inativadas termicamente e a seguir receberam a adição de ácido fosfórico para ajustar os produtos em pH 3,0. Após um mês de período experimental, os peixes foram mantidos em jejum por 24 horas e eutanasiados. Foram avaliados o comprimento final, o peso final e sobrevivência. Os dados obtidos foram submetidos à análise de variância, ao nível de 5% de significância. Os resultados de desempenho produtivo, para ambas espécies demostraram que os hidrolisados adicionados na dieta com diferentes fontes e enzimas não afetaram os parâmetros avaliados. Dessa forma, a utilização de hidrolisado
doi:10.7213/academica.12.04.ao06 fatcat:ydyij6k34rg5fcguyf2h3suoru