Square-wave voltammetric determination of acetylsalicylic acid in pharmaceutical formulations using a boron-doped diamond electrode without the need of previous alkaline hydrolysis step

Elen R. Sartori, Roberta A. Medeiros, Romeu C. Rocha-Filho, Orlando Fatibello-Filho
2009 Journal of the Brazilian Chemical Society  
Neste trabalho descreve-se a determinação do ácido acetilsalicílico (ASA) em formulações farmacêuticas empregando voltametria de onda quadrada (SWV) e um eletrodo de diamante dopado com boro (BDD). Neste método, ASA é determinado diretamente em solução de H 2 SO 4 0,01 mol L -1 , sem a necessidade da hidrólise alcalina. Foi obtido um único pico de oxidação no potencial de 1,97 V vs. Ag/AgCl (KCl 3,0 mol L -1 ) com características de uma reação irreversível. A curva analítica obtida é linear na
more » ... obtida é linear na faixa de concentração ASA de 2,50 × 10 -6 -1,05 × 10 -4 mol L -1 , com um limite de detecção de 2,0 µmol L -1 . O desvio padrão relativo foi menor que 1,4% para uma solução de ASA 45 µmol L -1 (n = 10). O método proposto foi aplicado com sucesso para a determinação de ASA em várias formulações farmacêuticas e os resultados obtidos foram concordantes com um método oficial da Farmacopéia Britânica, a um nível de confiança de 95%. In this paper the determination of acetylsalicylic acid (ASA) in pharmaceutical formulations using square-wave voltammetry (SWV) and a boron-doped diamond electrode (BDD) is described. By this proposed method, ASA is directly determined in a 0.01 mol L -1 H 2 SO 4 solution without the need of a previous time-consuming alkaline hydrolysis step. A single oxidation peak at a potential of 1.97 V vs. Ag/AgCl (3.0 mol L -1 KCl) with the characteristics of an irreversible reaction was obtained. The obtained analytical curve is linear in the ASA concentration range 2.50 × 10 -6 -1.05 × 10 -4 mol L -1 , with a detection limit of 2.0 µmol L -1 . The obtained relative standard deviation was smaller than 1.4% for a 45 µmol L -1 ASA solution (n = 10). The proposed method was applied with success in the determination of ASA in several pharmaceutical formulations; the obtained results were in close agreement, at a 95% confidence level, with those obtained using an official method of the British Pharmacopoeia.
doi:10.1590/s0103-50532009000200022 fatcat:tlry72ynqjg25p6ypy6f6mak5u