NOTAS SOBRE ALGUNS DOCUMENTOS INEXPLORADOS PARA A HISTÓRIA DE ANGOLA: OS RÓIS DOS CONFESSADOS DE 1704

José C. Curto
2020 Revista Relegens Thréskeia  
Este trabalho baseia-se numa fonte quantitativa que tem sido utilizada por historiadoras(es) nas últimas décadas, os róis ou arrolamentos de confessados. No caso particular de Angola, esta documentação contém informações demográficas dos indivíduos e da(s) família(s) que habitavam os fogos pertencentes às freguesias do Bispado de Angola no ano de 1704. Tendo como finalidade listar os fregueses que haviam cumprido seus deveres religiosos, o rol de confessados de Angola de 1704 não só permite
more » ... não só permite compreender as estruturas de populações que antecederam o desenvolvimento de recenseamentos no final do século XVIII, mas também nos possibilita investigar os padrões de família, de habitação, de riqueza ou pobreza dos moradores e soldados e, especialmente, o número de escravos que esses indivíduos possuíam. Esta contribuição descreve essas possibilidades, com foco no presídio de Muxima.
doi:10.5380/rt.v9i2.76609 fatcat:sfezpb5rcbht7drasalrcrw464