O papel do humor na imprensa popular e no teatro de revista no Rio de Janeiro finissecular

Lara Góes
2020 Diacrítica  
Este artigo analisa o papel do humor como mediador entre o universo popular e tradicional no fim do século XIX, no Rio de Janeiro. A imprensa popular era formada por jornalistas que exerciam papéis de músicos e críticos literários o que facilitava sua incursão e formação da opinião pública no que diz respeito à insurgente música popular e sua relação com a expectativa de formação da nova República.
doi:10.21814/diacritica.250 fatcat:rgs5my3mlbevpbxct77ahxuvye