A Raiz de Todo Mal: Uma Exposição de Preconceito, Fundamentalismo e Desequilíbrio de Gênero

L. Tomita
2008 Mandrágora  
The root of all evil: an exposition of prejudice, fundamentalism and gender imbalance. Imprint Academic, 2007. 320 p. Este livro foi escrito por quatro autoras de diferentes tradições religiosas: uma muçulmana do Egito, uma mística cristã da América, uma judia dos EUA e uma judia de Israel. Apesar da diferença de contextos e culturas, elas chegaram à conclusão de que muitas das injustiças e sofrimentos que existem no mundo são devidas ao fundamentalismo, aos preconceitos e ao desequilíbrio de
more » ... desequilíbrio de gênero. Em resumo, afirmam que o mundo está sendo consumido pelo fundamentalismo que está no coração das maiores tradições religiosas do mundo. Da mesma forma, argumentam que as sociedades, aliadas ao fundamentalismo religioso, reprimiram durante muito tempo os talentos das mulheres, impedindo ou retardando seu avanço. Por esse motivo, as instituições sociais têm de reverter essa situação de repressão às mulheres se desejarem que a raça humana se torne plenamente humana. E para fazer uma análise acurada de toda essa situação, as autoras recorrem à teologia, à história, à psicologia, à antropologia, à teoria de sistemas e aos modelos dos profetas das grandes religiões como instrumentos epistemológicos de análise. O livro propõe que a raiz da manifestação do mal é qualquer ato calculado que pretenda aviltar ou ferir outro ser humano e que o desequilíbrio de gênero encontrado dentro dos sistemas hierárquicos patriarcais perpetua este crime. Portanto, para que a comunidade humana sobreviva, é imprescindível que sejamos mais responsáveis por nossas ações e eliminemos os preconceitos religiosos, raciais, étnicos, de gênero, egoisticamente motivados pelo poder político e pela ganância econômica. As autoras apontam o patriarcado como o primeiro exemplo de preconceito e desprezo pelo outro, pois o sistema patriarcal seria um padrão contínuo de violência e dominação, causando guerras e todo o tipo de desgraça para a humanidade. Historicamente, o patriarcado teria sido uma influência nefasta sobre a religião, a cultura e a família, ao exercer sobre elas um ordenamento patriarcal. Esse ordenamento teria como sustentáculo uma estrutura hierárquica que é o próprio coração do patriarcado e que gera a idéia da superioridade de classe, de raça, de gênero e, por conseguinte, os preconceitos, a dominação, a violência e toda sorte de injustiças. As maiores religiões do mundo têm sido narradas por uma mentalidade patriarcal que, ao reivindicar falar em nome de Deus, diminui as demais religiões como inferiores, o que tem encorajado um fundamentalismo radical que ameaça o futuro da humanidade. Nos últimos dez anos, inúmeras guerras religiosas têm acontecido em várias partes do mundo, como na Irlanda, Chipre, Bálcãs, Ruanda, Birmânia, Sri Lanka, Nigéria, Sudão, Israel-Palestina, Filipinas (Mindanao) e Indonésia, assim como guerras fratricidas entre muçulmanos xiitas e sunitas, ataques às clínicas de aborto por cristãos radicais etc. Estes inúmeros exemplos de violências generalizadas permitem perceber que não existe uma integração dos altos valores passados pelos profetas, pelos textos sagrados; ao contrário, mostram ser o resultado de um desequilíbrio de gênero. As autoras acreditam que uma humanidade que alcançasse um equilíbrio de gênero poderia ultrapassar esses conflitos e eventualmente resolver muitos desses atuais dilemas (p. 2-3). As autoras perceberam que, embora viessem de diferentes lugares e tivessem diferentes religiões, todas experienciavam preconceito por serem quem eram e pelo que acreditavam. Sentiam que a experiência da alteridade não se devia apenas ao fato de duas delas terem vindo de países em conflito do Oriente Médio, mas também por serem mulheres. * Mestra em Estudos Bíblicos e doutora em Teologia Sistemática pela Universidade Metodista de São Paulo. Secretária executiva e tesoureira da EATWOT (Associação Ecumênica de Teólogos do Terceiro Mundo, na sigla em inglês).
doi:10.15603/2176-0985/mandragora.v14n14p119-121 fatcat:bdlguywxcjav7jpmavtpcjzaq4