LITERATURA, CÂNONE E ENSINO

Helena Carvalhão Buescu
2014 Revista de Estudos Literários  
Este artigo atenta sobre algumas das mais importantes consequências das principais reformas curriculares no ensino da literatura portuguesa da primeira metade do século XX. A construção de conceitos como o de "nação" ou "império colonial", através do ensino da literatura, está no centro da minha análise. São propostas alternativas atuais, discutindo as principais implicações da produção de um cânone na educação.
doi:10.14195/2183-847x_1_3 fatcat:ubmt2xgxrrh3npcsb3veffvgd4