Uma antropologia de base e na comunidade: "eu quero criar pontes" - Entrevista com Esmeralda Mariano - Moçambique

Vera Fátima Gasparetto
2020 INTERthesis  
Essa entrevista foi realizada na Universidade Eduardo Mondlane (UEM), no gabinete da antropóloga moçambicana Esmeralda Mariano. Entre suas várias atividades, ela é Diretora Adjunta para a Pós-Graduação da Faculdade de Letras e Ciências Sociais (FLCS).Em mais de uma hora de conversa, Esmeralda nos levou para vários mundos, os quais ela frequentou ao longo de sua trajetória pessoal, de formação, de docente, de pesquisadora. Sua origem no Centro de Moçambique, seu crescimento no Sul, entre
more » ... Sul, entre Changanas, seu casamento com um italiano, que a levou morar e estudar na Itália, onde fez sua graduação em Letras e Filosofia, com orientação Etno-Antropológica (Universidade de Gênova), seu mestrado em Antropologia Social (com enfoque em Ecologia Humana), pela Universidade de Bergen, Noruega, e seu Doutorado em Antropologia Social e Cultural, pela Universidade Católica de Leuven, na Bélgica. Ou seja, uma mulher do mundo.
doi:10.5007/1807-1384.2020.e75160 fatcat:e434byzkyvevnkso76cessbzxm