Idades químicas U-Th-Pb de monazitas de placeres marinhos de Buena (litoral norte do Rio de Janeiro, Brasil) por microssonda eletrónica: implicações geológicas [chapter]

E. K. Oliveira, A. O. Chaves
2012 Para conhecer a Terra: memórias e notícias de Geociências no espaço lusófono  
A navegação consulta e descarregamento dos títulos inseridos nas Bibliotecas Digitais UC Digitalis, UC Pombalina e UC Impactum, pressupõem a aceitação plena e sem reservas dos Termos e Condições de Uso destas Bibliotecas Digitais, disponíveis em https://digitalis.uc.pt/pt-pt/termos. Conforme exposto nos referidos Termos e Condições de Uso, o descarregamento de títulos de acesso restrito requer uma licença válida de autorização devendo o utilizador aceder ao(s) documento(s) a partir de um
more » ... partir de um endereço de IP da instituição detentora da supramencionada licença. Ao utilizador é apenas permitido o descarregamento para uso pessoal, pelo que o emprego do(s) título(s) descarregado(s) para outro fim, designadamente comercial, carece de autorização do respetivo autor ou editor da obra. Na medida em que todas as obras da UC Digitalis se encontram protegidas pelo Código do Direito de Autor e Direitos Conexos e demais legislação aplicável, toda a cópia, parcial ou total, deste documento, nos casos em que é legalmente admitida, deverá conter ou fazer-se acompanhar por este aviso. Idades químicas U-Th-Pb de monazitas de placeres marinhos de Buena (litoral norte do Rio de Janeiro, Brasil) por microssonda eletrónica: implicações geológicas Autor(es): Resumo -Dados analíticos U-Th-Pb obtidos em microssonda eletrônica permitiram calcular idades químicas (não isotópicas) em grãos composicionalmente homogêneos e heterogêneos de monazita de placeres marinhos de Buena (litoral norte do Estado do Rio de Janeiro, Brasil), utilizando-se os softwares EPMA dating e ISOPLOT. As observações aqui apresentadas estão baseadas na premissa de que não existe 204 Pb (não radiogênico) e que não houve interferência do ítrio nas raias de chumbo nos grãos de monazitas analisados. Embora os dados obtidos sejam ainda preliminares, ao se comparar as idades médias calculadas com as informações do mapa da compartimentação tectônica da região sudeste brasileira levantaram-se as seguintes hipóteses: a) proveniência de um dos grãos com 950 Ma a partir do Domínio Cambuci (CA), b) proveniência dos grãos com idade entre 800 e 840 Ma a partir de litotipos da Klippe de Italva (IT) e c) proveniência dos grãos com idades entre 765 e 780 Ma a partir de rochas do Arco Rio Negro. Abstract -Analysis of U-Th-Pb carried out by using an electron microprobe allowed to calculate chemical ages (non isotopic) of compositionally homogeneous and heterogeneous grains of monazite from marine placers of Buena (north coast of State of Rio de Janeiro, Brazil), supported on EPMA dating and ISOPLOT softwares. The observations presented here are 1 Centro de Desenvolv. da Tecnologia Nuclear -CDTN/CNEN, Belo Horizonte, Brasil; eko@cdtn.br.
doi:10.14195/978-989-26-0534-0_34 fatcat:gl3pgvubvjgnbicn5i4gvjapay