A RESSIGNIFICAÇÃO DO MITO DE ORIGEM DA FAVELA PELA ARTE DE MAURÍCIO HORA

Rafael Gonçalves De Almeida
2019 Espaço e Cultura  
O presente artigo foi adaptado de uma palestra realizada no dia 05 de julho de 2017, no Espaço Cultural BNDES, onde ocorreu a exposição de Maurício Hora, intitulada "Morro da Favela à Providência de Canudos". O artigo problematiza a associação entre a guerra de Canudos e a gênese das favelas do Rio de Janeiro, discutindo o papel da obra de Euclides da Cunha e do "mito de origem da favela" na construção de um discurso exterior sobre a formação histórica dessas comunidades e sobre os atributos de
more » ... bre os atributos de seus moradores: um discurso estigmatizante, racista e violento. Nesse sentido, buscamos refletir criticamente sobre a exposição de Maurício Hora, para argumentar que, ao reivindicar a história de Canudos como parte de sua própria história, o artista reconstrói o passado e ressignifica o presente a partir de uma reinterpretação desse mito de origem, criando uma narrativa que é viva e plural.
doi:10.12957/espacoecultura.2019.48848 fatcat:cgscaibzhzg37jzudf36dg7lae