Economia criativa e a nova agenda econômica: o sentido da abordagem classificatória para um fenômeno contemporâneo

Rodrigo Campos Dilelio
2014 Ciências Sociais Unisinos  
Economia criativa e a nova agenda econômica: o sentido da abordagem classificatória para um fenômeno contemporâneo The creative economy and the new economic agenda: The meaning of a classificatory approach to a contemporary phenomenon Resumo A sociologia econômica referenciada na abordagem multidimensional da realidade social tem permitido a pesquisadores brasileiros compreender mais sobre a construção de novos mercados para a circulação de bens e serviços culturais. A elaboração destes bens
more » ... ação destes bens tem envidado ações do poder público, tais como imprimir novas classificações de atividades econômicas, promoção de articulação destes setores e aporte de incentivos (linhas de crédito e benefícios fiscais) específicos à sua estruturação. Assim, dentre as chamadas "indústrias criativas" são encontradas empresas fundadas em modelos organizacionais dirigidos à realização de negócios eletrônicos, promovendo novas implicações socioeconômicas e transformações na sociabilidade. O estudo em questão visa a apontar evidências da ocorrência deste fenômeno, levando em consideração o desenvolvimento de uma nova economia baseada em empreendimentos que adotam o princípio da colaboração como parte da gestão da criatividade nos processos produtivos. Palavras-chave: economia criativa, indústrias criativas, mercado de bens e serviços tecnológicos. Abstract The economic sociology related to the multidimensional approach to social reality has allowed Brazilian researchers to have a better understanding of the establishment of new markets for the circulation of cultural goods and services. The production of these goods has led to government actions such as printing new classifications of economic activities, promoting the articulation of these sectors and making available incentives (credit lines and tax benefits) targeted at their structuring. Thus, among the so-called "creative industries" there are companies based on organizational models designed for electronic business transactions, promoting new socio-economic implications and transformations in sociability. The study aims to point out empirical evidence of the occurrence of this phenomenon, taking into account the development of a new economy based on enterprises that adopt the principle of collaboration as part of the management of creativity in the production processes.
doi:10.4013/csu.2014.50.3.03 fatcat:ymppkqhxu5gflbu5f2nhfhstfm