A segunda pessoa - a contribuição sistemática de Fichte

Günter Zöller
2012 Caderno CRH  
O texto se debruça, sistematicamente, sobre o modo como Gotlieb Fichte apresenta a segunda pessoa, tendo o cuidado de não isolar essa exposição, que, com efeito, só pode ser compreendida no contexto integral da obra. Na recomposição do rigoroso movimento de figuras como o "Eu", o "Mim", o "Tu" e o "Nós", pretende-se mostrar como o Eu deve, enfim, ser visto em Fichte, já que se trata, primariamente, de um Nós integral e não de um Nós plural, como uma reconfiguração, em roupagem social (ou
more » ... m social (ou protossocial), daquele Eu pré-individual absoluto em que começou a trajetória especulativa de Fichte desde o Eu até o Mim, do Eu ao Tu, do Mim ao Ti e do Ti ao Mim, e ao qual, após a viagem pelo mundo, ela deve enfim conduzir de volta.
doi:10.1590/s0103-49792012000500004 fatcat:gpls36hf6bhahbbxcfbkgz7mze