Lupicínio Rodrigues e a Colônia Africana de Porto Alegre – Maneiras de Cantar como Maneiras de Sentir

Rafael De Menezes Bastos
2018 Ilha Revista de Antropologia  
O artigo tem como foco o compositor e cantor Lupicínio Rodrigues (Porto Alegre, 1914-1974), tendo dupla temática: a articulação, na canção, entre as maneiras de cantar (vocalidades), a melodia e a letra; e a teatralidade na construção do cantor como ator. Subsidiariamente, tematiza também a sequencialidade intercancional, característica importante do pensamento ameríndio tomada como modelo de compreensão da presente canção. O estudo das maneiras de cantar (e tocar) – temática que me ocupa desde
more » ... que me ocupa desde o começo da carreira – alcançou excelentes resultados para a análise da canção na música popular já em minhas pesquisas sobre Adoniran Barbosa. O presente artigo evidencia que a voz de Lupicínio nas canções consideradas (Vingança e Nunca) é antes a do homem que a do macho, apontando para um horizonte de relações simétricas de gênero.
doi:10.5007/2175-8034.2018v20n1p67 fatcat:fcmodbqdwrctla2b4pt3jqud6a