Análise do atendimento a pessoa surda: um estudo preliminar em um Aeroporto no Sul do Brasil

Lopez Monica Holdorf, Vergara Lizandra Garcia Lupi
2020 Brazilian Journal of Development  
RESUMO Atividades cotidianas que são desempenhadas com facilidade por pessoas ouvintes podem ser para os sujeitos surdos um desafio. A comunicação é a maior barreira enfrentada por eles, embora existam leis que determinam que locais de atendimento público possuam funcionários capacitados em LIBRAS essa ainda não é uma realidade. Este artigo realizou um levantamento de dados com 15 funcionários de algumas Cias Aéreas de um Aeroporto no Sul do País, com o intuito de conhecer como estes
more » ... mo estes funcionários estão sendo preparados e se estão aptos para atender a este público. Constatou-se que existe pouco treinamento e quando este é realizado não é suficiente. ABSTRACT The biggest barrier faced by deaf and hard of hearing is communication. Although there are laws that ensure the right of deaf people to be cared for in public services through sign language this is still not a reality. This article aimed to carry out a data survey with 15 employees of some Airlines belonging to an Airport located in southern of Brazil. It was contacted that there is a lack of training and inadequate staff training and what it takes carry out further research to find effective solutions. Atividades cotidianas desempenhadas com facilidade por pessoas ouvintes, como fazer o check-in no aeroporto, pedir um taxi, ir ao banco ou a uma consulta médica, são para os sujeitos surdos um desafio. A comunicação é uma barreira para esta população, inclusive Skliar (1998, p. 51) argumenta que: "são muitos os testemunhos de surdos que, ao fazer referência a seu passado educativo, invocam a imagem de serem estrangeiros, forasteiros, exilados" em seu próprio país.
doi:10.34117/bjdv6n7-038 fatcat:tq43hrq6n5ddtn3xzdtevcrxwe