Métodos de inoculação de Colletotrichum lindemuthianum em sementes de feijão e danos em plântulas

Patricia Migliorini, Keilor Da Rosa Dorneles, Gustavo Fonseca Rodrigues, Gabriele De Paula, Lilian Vanussa Madruga de Tunes
2017 Biotemas  
http://dx.doi.org/10.5007/2175-7925.2017v30n1p37A antracnose causada pelo fungo Colletotrichum lindemuthianum (Sacc. & Magnus) Scrib. é uma das doenças mais sérias da cultura do feijão. Técnicas de inoculação são importantes para avaliações de resistência de genótipos e de métodos de controle em fases iniciais do desenvolvimento de plântulas. Diante da necessidade de se obter plântulas infectadas, o presente trabalho teve por objetivo testar diferentes métodos de inoculação de C. lindemuthianum
more » ... e C. lindemuthianum em sementes de feijão e verificar o impacto na emergência e no desenvolvimento inicial das plântulas. Foram utilizadas sementes da cv. BRS Expedito, as quais foram inoculadas pelos métodos de suspensão de esporos, de contato com o patógeno em meio com restrição hídrica e de inoculação com discos de BDA contendo micélio e esporos do fungo no substrato. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado com oito repetições. Foram feitas avaliações de emergência, comprimento de parte aérea, massa seca de parte aérea e a incidência de sintomas da doença em folha e no hipocótilo. Os métodos de inoculação utilizados foram eficientes para causar infecção do patógeno em plântulas de feijão, sem afetar a emergência, destacando o método de contato com o patógeno em meio com restrição hídrica como o mais eficaz.
doi:10.5007/2175-7925.2017v30n1p37 fatcat:v6axqol6jzfjpfy7fyl5sthv4y