O suicídio como questão: melancolia e passagem ao ato

Marcos Vinicius Brunhari, Vinicius Anciães Darriba
2014 Psicologia Clínica  
O artigo toma a questão do suicídio na obra de Freud como um problema de pesquisa que interroga certos pontos de sua metapsicologia: a possibilidade de uma tendência à autodestruição, o papel do eu e, finalmente, a dimensão do objeto que estaria implicada. É em relação a este último, em particular a seu estatuto na articulação que Freud propõe entre suicídio e melancolia, que o trabalho de Lacan em torno do objeto a, associado à passagem ao ato e à melancolia no Seminário, livro 10 - A angústia
more » ... vro 10 - A angústia (1962-1963/2005), figura, no artigo, como um acréscimo à investigação iniciada por Freud. Essa referência lacaniana permitirá destacar a presença fulgurante do objeto a no momento da passagem ao ato suicida, estabelecendo uma articulação com a identificação melancólica descrita por Freud em seu "Luto e melancolia" (1917 [1915]/1969). A essa identificação absoluta ao objeto em questão é correlata a ausência de um sujeito e a ruptura mais radical em relação ao Outro.
doi:10.1590/s0103-56652014000100013 fatcat:5rlibtzsbffpvphg3u5zhbrgva