DUCTO VENOSO: DA ANATOMIA À AVALIAÇÃO DO BEM-ESTAR FETAL

Geraldo Duarte, Alessandra Cristina Marcolin, Gerson Cláudio Crott, Carla Vitola Gonçalves, Aderson Tadeu Berezowski
2001 Medicina (Ribeirao Preto Online)  
AT. Ducto venoso: da anatomia à avaliação do bem-estar fetal. Medicina, Ribeirão Preto, 34: 301-307, jul./dez. 2001. RESUMO: O ducto venoso é a continuação da veia umbilical com a veia cava inferior, e ele, posteriormente ao nascimento, oblitera-se, formando o ligamento venoso. Por meio dele, o sangue rico em oxigênio, proveniente da veia umbilical, chega ao átrio direito e a partir daí, pelo forame oval, ganha o átrio esquerdo e a circulação sistêmica, favorecendo o fluxo para órgãos vitais
more » ... ra órgãos vitais como o cérebro fetal. Em obstetrícia, a ultra-sonografia Doppler tem sido amplamente utilizada para se examinar o sistema arterial fetal. Recentemente, mais atenção tem sido dispensada ao sistema venoso. O estudo das ondas de velocidade de fluxo venoso pode desempenhar um papel importante na avaliação do bem-estar fetal, uma vez que a velocimetria do ducto venoso pode estar alterada na vigência de patologias fetais. A característica mais interessante é a redução ou fluxo reverso durante a contração atrial, comumente encontrada em fetos com defeitos cardíacos congênitos, arritmias, transfusão fetofetal grave e restrição de crescimento intra-útero. Este texto tem a finalidade de revisar as características anatômicas e funcionais do ducto venoso fetal, bem como a importância de sua avaliação ultra-sonográfica pré-natal.
doi:10.11606/issn.2176-7262.v34i3/4p301-307 fatcat:oritaxsugnflpi6zszya4gkoq4