Cerâmicas áticas de Mértola

Ana Margarida Arruda, Pedro Barros, Virgílio Lopes
1998 Conimbriga Revista de Arqueologia  
A navegação consulta e descarregamento dos títulos inseridos nas Bibliotecas Digitais UC Digitalis, UC Pombalina e UC Impactum, pressupõem a aceitação plena e sem reservas dos Termos e Condições de Uso destas Bibliotecas Digitais, disponíveis em https://digitalis.uc.pt/pt-pt/termos. Conforme exposto nos referidos Termos e Condições de Uso, o descarregamento de títulos de acesso restrito requer uma licença válida de autorização devendo o utilizador aceder ao(s) documento(s) a partir de um
more » ... partir de um endereço de IP da instituição detentora da supramencionada licença. Ao utilizador é apenas permitido o descarregamento para uso pessoal, pelo que o emprego do(s) título(s) descarregado(s) para outro fim, designadamente comercial, carece de autorização do respetivo autor ou editor da obra. Na medida em que todas as obras da UC Digitalis se encontram protegidas pelo Código do Direito de Autor e Direitos Conexos e demais legislação aplicável, toda a cópia, parcial ou total, deste documento, nos casos em que é legalmente admitida, deverá conter ou fazer-se acompanhar por este aviso. Cerâmicas áticas de Mértola Autor(es): Resumo: As escavações arqueológicas que têm vindo a decorrer em Mértola, desde 1978, permitiram recolher fragmentos de cerâmica ática datados dos séculos V e IV a.c. Neste trabalho, publicam-se essas cerâmicas, enquadrando-as tipológica e cronologicamente. A sua presença neste sítio do Baixo Alentejo é analisada tendo em consideração as rotas comerciais que na segunda metade do I milénio a.c. se estabeleceram no SW da Península Ibérica. Abstract: Archaeological excavations, which have been taking place at Mértola, since 1978, have allowed to collect fragments of Attic pottery from the 5 th and 4th centuries BC. These potteries, are published in this paper, which discuss typology and cronology. Their presence in this place of Baixo Alentejo is analysed having into account the comercial routes, which were established in the southwest of the Iberian Peninsula in the second half of the 1st millennium BC.
doi:10.14195/1647-8657_37_5 fatcat:4lw4bphpo5hdnim6lozvrretsy