A Universidade de Coimbra e a sua Biblioteca: mudança permanente

João Gouveia Monteiro
2020 Boletim da Biblioteca da Universidade de Coimbra  
Escrevo estas linhas ainda sob o impacto da triste notícia do falecimento de um dos grandes músicos portugueses, compositor de canções magníficas que todos conhecemos e que, à sua maneira, foi também um inspirador do movimento social que desaguou no 25 de abril e, depois, na construção de um Portugal melhor, liberto da guerra e da ditadura e pronto para, tant mal que bien, construir a sua história em ambiente de liberdade e de paz. Em «Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades», José Mário
more » ... », José Mário Branco (1942-2019) socorreu-se dos belos versos de Camões para nos lembrar que, se «todo o mundo é composto de mudança, tomando sempre novas qualidades», então «troquemos-lhe as voltas que ainda o dia é uma criança». As instituições, por mais estáveis que sejam (e a Universidade é, porventura, a mais antiga instituição europeia em funcionamento contínuo), tam-
doi:10.14195/1647-8436_50_0 fatcat:ak3lnxmdtfas7l7uaqbwn5sz5a