Determinação do tamanho da amostra de papéis hidrossensíveis em experimentos ligados à tecnologia de aplicação

Alexandre Ballarotti Nascimento, Gustavo Migliorini de Oliveira, Inês Cristina de Batista Fonseca, Otavio Jorge Grigoli Abi Saab, Marcelo Giovanetti Canteri
2013 Semina: Ciências Agrárias  
Resumo O aumento no número de amostras coletadas aumenta o nível de confiança das estimativas. Entretanto, pouco se sabe acerca do número de cartões de papel hidrossensível que devem ser usados em trabalhos de tecnologia de aplicação. Assim, o objetivo deste trabalho foi determinar o número mínimo de cartões de papel hidrossensível a serem utilizados em experimentações, tendo como base as variáveis: porcentagem de cobertura, número de gotas por cm 2 e diâmetro mediano volumétrico (DMV).
more » ... rico (DMV). Realizouse um experimento em esquema fatorial 2x2 com cinco repetições, contendo cada repetição 36 cartões de papel hidrossensível. Com o intuito de obter relativa variabilidade entre os tratamentos, os fatores envolvidos foram pontas de pulverização (TR110-01 e ULD120-015) e pressões de trabalho (138 e 276 kPa), uma vez que o tamanho de gotas é modificado tanto pela ponta de pulverização como pelo pressão de trabalho utilizada. Como precisão das estimativas, as margens de erros assumidas foram 20%, 15% e 10% da média, o que gerou números de amostras de: 7, 12 e 26, para porcentagem de cobertura; 5, 8 e 16, para número de gotas por cm 2 ; e 1, 2 e 4, para diâmetro mediano volumétrico (DMV) , respectivamente. Análises de variância, seguidas de testes Tukey à 5 % de probabilidade foram feitas para a média dos 36 cartões de papel hidrossensível, bem como para a média do número mínimo de papéis (amostras) determinado. Comparando-se estatisticamente os resultados obtidos em cada variável para n=36 amostras e n=amostras a 20% de erro, nota-se que os resultados são idênticos em ambas as situações, demonstrando que taxas de aplicações, bem como tamanhos de gotas influenciam diretamente nos parâmetros avaliados. Conclui-se, portanto, o número mínimo de cartões de papel hidrossensível por repetição (1 m 2 no caso deste experimento) em experimentações é de 7, 5 e 1 para as variáveis percentual de cobertura, número de gotas por cm 2 e diâmetro mediano volumétrico, respectivamente. Palavras-chave: Número de amostras, cobertura, ponta de pulverização, taxa de aplicação Abstract The raise in the numbers of samples increase the confidence level of the results. However little is know about the minimum number of water-sensitive papers cards that must be used in studies of spray technology. Thus, the aim of this paper was to determine the minimum number of water-sensitive papers cards used in spray experiments, based on the variables: percentage of coverage, number of drops per cm 2 and volume median diameter (VMD). It were realized an experiment in factorial design 2x2 with five replicates, each containing 36 cards. With the objective to have variability among the treatments,
doi:10.5433/1679-0359.2013v34n6p2687 fatcat:jxhkjokpw5fnrlzaizrzi7ar3m