Individualizar o ensino secundário na França (anos 1930): uma tentativa de transposição dos métodos ativos por Henri Bouchet

Laurent Gutierrez
2020 Revista da FAEEBA. Educação e Contemporaneidade  
Com sua tese sobre a individualização do ensino, Henri Bouchet pertence ao grupo dos pedagogos da Educação Nova, os quais alimentaram os debates em torno da necessidade de reformar o liceu nos anos 1930. Partidários de um ensino racional inspirado na norte-americana Helen Parkhurst, seus trabalhos indagam a maneira como seria possível transpor e difundir o método do Plano Dalton na França. Este artigo mostra como este militante dos métodos ativos, cujos trabalhos serão acirradamente discutidos
more » ... damente discutidos no meio universitário, estabelece os fatores gerais da individualidade que governa o caminho e o progresso de todo pensamento humano. Pedagogo antes de tudo, Henri Bouchet deseja trabalhar "para e pelo concreto", convidando aqueles que o lerão a tentarem a experiência dos métodos ativos em suas salas de aula.
doi:10.21879/faeeba2358-0194.2020.v29.n59.p16-29 fatcat:x3ou674vp5bqvjzva4db7mkcsi